Seguros

Seguro para Celular: Como fazer, Quanto custa, O que cobre, Importância

Se você tem um celular, de preferência um Smartphone já deve ter ouvido falar em seguro para celular, infelizmente essa tem sido umas das melhores opções para não se perder o alto do valor da compra de um aparelho no caso de roubo/furto ou danos.

Você sabia que 49% dos brasileiros já tiveram um celular roubado/furtado e 1,55 é a média de celulares roubados/furtados por vítima, segundo dados da Panorama Mobile Time/Opinion Box, especializada em pesquisas sobre aparelhos móveis. Diante destes dados, vale a pena continuar lendo e saber o máximo de informações sobre seguro de celular.

Confira aqui tudo sobre seguro para celular, como fazer, o que cobre, vantagens, quando fazer, qual ou quais melhores seguros de celular, seguro para Iphone qual valor e tudo mais que achar necessário.

Celulares no Brasil

Os celulares chegaram ao Brasil durante a década de 1990, ganharam força ao longo dos anos 2000, mas foi nos últimos anos que aconteceu o grande boom em sua utilização. Hoje em dia ligar é apenas mais uma função entre tantas que este tipo de aparelho possibilita. Tem quem não consiga se desconectar e viver sem o Smartphone.

Roubo x Seguro para celular

Os roubos e furtos de Smartphone estão crescendo muito, um dos motivos é o valor do produto que tem aumentado muito com a inserção de novas tecnologias. Estes aparelhos caros atraem cada vez mais a atenção de bandidos.

Você sabia que por causa dos roubos de celular o número de pessoas colocando seguro no aparelho dobrou? Porem, a contradição é que pouca gente registra a ocorrência na delegacia e para receber o seguro, o cidadão roubado/furtado deve registrar a ocorrência.

Quem é mais assaltado?

Segundo a pesquisa do Panorama Mobile Time/Opinion Box, os homens são os mais assaltados, representando 56% e as mulheres 42%. Em relação a idade o maior percentual é entre os mais jovens com 58% com idade entre 16 e 29 anos. Isso reflete um pouco o habito da juventude que anda meio desligado ouvindo musica, usando o celular em qualquer lugar. Veja mais informações abaixo:

Diante deste números é imprescindível ter um seguro para celular, assim como temos para veículos!

Dobra o numero de pessoas interessadas em seguro para celular

Edson é um trabalhador que já teve o seu aparelho roubado duas vezes, ele estava voltando para casa quando percebeu que estava sendo seguido foi então que dois homens em uma moto anunciaram o assalto e levaram o celular.

“percebi que estava sendo seguido, tentei parar um pouco para ver se a moto passava de mim e não parou e continuou atrás de mim e quando chegou no escuro eles colocaram a moto em minha frente e puxaram a arma e disseram: passa o celular e eu passei”.

O fato é que a vitima ainda estava pagando. Outra pessoa também teve o celular roubado pro quatro vezes.

Histórias como essa tem acontecido com muita frequência, no entanto, nas estatísticas da policia os números são baixo, isso por que muita gente não registra ocorrência. Muitos não têm interesse por que vão comprar outro aparelho e não vão à delegacia o que dificulta as investigações e, assim,  não tem como apurar os locais onde os ladrões roubam.

Segundo a policia os bandidos procuram alvos mais fáceis para poder agir, por isso é preciso estar sempre atento:

As pessoas utilizam muito o aparelho telefônico transitando, às vezes ouvindo musica, normalmente distraídos e aí os ladrões se aproveitam desta situação para poder furtar ou roubar.

Além da atenção muita gente tem optado também por garantir um seguro para celular. Quem mais procura pelo serviço de seguro para celular é quem já teve o aparelho furtado ou roubado. O numero pulou de 2 para 5% dos aparelhos que já saem da loja com o seguro de celular.

Vantagem do Seguro Para Celular

A vantagem de um seguro para celular é a seguinte: se você for roubado ou furtado terá que comprar um novo aparelho, quer dizer que terá que desembolsar um valor 100% seu você com o seguro para celular vai pagar em média 20% do valor do aparelho para ter um novo, idêntico ao quer foi assaltado. Neste caso é muito vantajoso fazer o seguro para celular. Ao sofrer o sinistro vai perceber a importância de ter um seguro de celular.

O preço dos celulares é considerado alto, sendo que alguns modelos podem ultrapassar os R$ 4.000. Surge então uma importante proteção contra a criminalidade. O seguro para celular irá proteger o seu bem em diferentes condições e aqui falaremos tudo sobre isso. Confira a seguir:

Seguro Para Celular cobertura

 

A questão mais importante no momento de contratar um seguro para o seu celular é identificar quais condições ele cobre. A maioria dos serviços do tipo oferece proteção apenas contra roubo e furto qualificado. Ou seja, não cobrem sumiços do celular estando dentro da sua bolsa, ou quando esquecer em cima de uma mesa de restaurante.

Assim sendo, as seguradoras não costumam aceitar a condição de quando o aparelho apenas some, sem um dano aparente que possa explicar a situação ocorrida. Muitos consumidores não se dão conta disso no momento da contratação, mesmo sendo bem importante. Outros detalhes da apólice indicam se haverá seguro para a quebra de tela ou quedas em locais com água, por exemplo.

Conheça o histórico da seguradora

Existem algumas lojas que vendem celulares e oferecem o serviço, ou indicam para terceiros que são seus parceiros, outra opção é ir direto na seguradora e fazer o contrato. Na maioria dos casos o serviço é prestado por empresas de grande porte, que irão cumprir o combinado apesar da burocracia.

Para ter certeza de que está fazendo um negócio seguro, faça uma busca sobre a seguradora no site da Superintendência de Seguros Privados (Susep)( http://www.susep.gov.br/menu/informacoes-ao-publico/mercado-supervisonado/entidades-supervisionadas). Basta digitar o nome da empresa, informar o estado e o seu tipo. Além disso, procure pela prestadora do serviço em sites de reclamação na internet.

Valor da apólice

O seguro do celular é calculado sobre uma parte do valor do aparelho, assim sendo, quanto mais caro for, maior será o valor da apólice. O local onde o consumidor mora e diferentes tipos de proteções também influenciam diretamente no preço final indicado pelo seguro.

Entre as maiores prestadoras de serviços dessa linha, as empresas Mapfre e a Zurich cobram até 25% do preço do celular. Especialistas recomendam fazer uma boa pesquisa antes de acertar o contrato, já que algumas empresas podem oferecer um preço mais em conta, além de uma proteção contra danos na tela, por exemplo.

Dinheiro ou celular novo

As empresas contam com diferentes abordagens na questão de seguros para celulares, sendo que algumas entregam um novo aparelho para o contratante enquanto outras indenizam com dinheiro. Se o aparelho sofreu algum dano, será preciso fazer orçamento em lojas de conserto, sendo que o valor poderá ser pago pela seguradora. Faça uma analise e decida entre um dos tipos indicados.

Franquia e carência

A maioria dos seguros para celular conta com franquia, ou seja, para utilizar o seguro será preciso pagar uma parte do valor do aparelho ou do conserto, essa condição pode chegar a 25% do preço. Outra questão importante diz respeito a carência, que é um tempo após a assinatura do contrato onde o benefício não poderá ser acionado, boa parte das empresas cobra carência de 30 dias.

Contrate apenas para novos aparelhos

Se você acabou de comprar um celular, será o público alvo das seguradoras. Muitas empresas do tipo não oferecem o serviço para celulares com mais de um ano de uso. Se fizer enquanto o celular é novo, poderá renovar o contrato anualmente, garantindo proteção para o aparelho. Leia bem o contrato.

Boletim de ocorrência

Existe uma certa burocracia no momento de acionar o seguro para celular, então esteja precavido para não ter surpresas desagradáveis. Se o celular for roubado ou furtado, faça um boletim de ocorrência, para que assim possa acionar a apólice contratada. As empresas do setor chamam esta ação criminosa de sinistro.

Seja honesto com a seguradora

Mentir ou omitir detalhes sobre a perda do aparelho ou então os danos que ele sofreu podem dificultar o acionamento da apólice. Além disso, guarde a nota fiscal do aparelho, já que ela é fundamental para pedir o seguro. A indenização será feita de acordo com o prejuízo sofrido pelo contratante.

Afinal, quanto custa um seguro para celular?

Conforme já citado, o valor cobrado pelo seguro de celular vai variar conforme o seu modelo. No site da Porto Seguro, uma das empresas mais condecoradas do ramo, é possível fazer uma simulação ou até mesmo contratar o benefício. Basta preencher os dados sobre o aparelho e na sequência indicar suas informações pessoais.

Normalmente o valor é pago anualmente para a seguradora. Um aparelho que custa entre R$ 600,00 e R$ 999,99 tem seguro médio de R$ 143,88. Celulares com preços entre R$ 1000,00 e R$ 2.500,00 tem geralmente seguros por volta de R$ 221,88.

Seguro para IPhones

IPhones estão entre os celulares mais caros do mercado, contando com diversos modelos em sua linha. Também pelo status que os celulares da Apple proporcionam, eles estão entre os mais furtados da atualidade. Um dos melhores locais para fazer o seu seguro é na Pier, que oferece recompensação em dinheiro três dias após um furto.

A Iplace também trabalha com seguro para IPhone(https://www.lojaiplace.com.br/iPlace/seguro-avulso), basta preencher as informações e calcular o valor que será cobrado pelo serviço, a empresa é revendedora oficial dos produtos da Apple no Brasil, o que dá mais segurança para os consumidores. Outra opção é no BemMaisSeguro, que cobra a partir e R$ 23,48 por mês.

Alternativas ao seguro

O seguro para celular não é a única forma de proteger o seu patrimônio contra furtos, é possível também aumentar o tempo de garantia fornecido pela própria marca do aparelho. Existe ainda um sistema chamado Pitzi onde a pessoa pode pagar entre R$ 5,00 e R$ 40,00 por mês, fazendo parte de um clube, onde recebe um aparelho novo após cinco dias se acontecer alguma quebra com seu celular.

1 Comentário

Deixe um comentário